Blog AGP Pesquisas


A opinião pública  e a greve dos caminhoneiros

A opinião pública e a greve dos caminhoneiros

Comportamento do brasileiro mostra a rápida reação na mudança de pensamento diante de adversidades como essa greve

 

O mês de maio no Brasil foi marcado pela greve dos caminhoneiros e todos os seus desdobramentos. Durante dez dias a categoria promoveu uma paralisação contra os reajustes frequentes nos preços dos combustíveis, principalmente do óleo diesel.

No início da greve, o Datafolha divulgou o resultado de uma pesquisa que revelava que 87% dos brasileiros apoiavam a paralização e 56% achavam que ela deveria seguir em frente até que os ajustes nos preços fossem resolvidos.

Para acabar com a paralização, o Governo anunciou a redução do preço do diesel em 46 centavos, mas, em compensação, aumentou impostos e fez cortes em gastos federais. A partir desse momento e ao se informar sobre os números do prejuízo nas contas públicas causados por esta operação, a opinião dos brasileiros mudou rapidamente: já não apoiavam mais com a greve dos caminhoneiros, pois 69% dos entrevistados passou a achar que o movimento trouxe mais prejuízos do que benefícios para o país.

Durante a greve a percepção das pessoas era mais favorável aos grevistas. Porém, a partir do momento em que a população percebeu que realmente sentiria o prejuízo no bolso, houve uma rápida mudança de opinião pessoal. Isso mostra a importância da pesquisa de opinião pública para detectar como a sociedade pensa e reage diante dos acontecimentos.

 

Fonte: Folha e Poder 360